.
.
.
.
.
NAS POSTAGENS A SEGUIR, EXPERIÊNCIAS DE VIAGENS, DICAS DE LUGARES INTERESSANTES, NOSSAS PESQUISAS E OBJETOS

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Lâmpadas incandescentes antigas




Você já deve ter passado na frente de um bar ou restaurante , e desistiu de entrar por causa da luz do lugar.Ou entrou na casa de alguém e sentiu uma estranha sensação de desconforto por causa da iluminação...

Muitas vezes por causa do tipo de lâmpada que é usada , geralmente do tipo fluorescentes . Tudo bem , foram uma grande invenção , desde 1939 no mercado , economizam energia , geram mais luminosidade , etc... Totalmente a favor da economia de energia , de proteger o planeta do aquecimento, dos bebês foca e tudo mais. Mas que elas geram uma luz desagradável , dando uma atmosfera que lembra repartição pública e hospitais , alguém deve concordar.








Essa imagem, do artista Khuong Nguyen , é do ótimo site inglês "Who Killed Bambi " , que investiga quem realmente assassinou Bambi . Talvez mostre alguém que se matou por causa do desconforto da luz no local de trabalho. As abaixo também são do mesmo site , que merece ser conhecido.





Para ver a imagem do Bambi em animação , clique aqui .












Pior que quando tivemos anos atrás no Brasil problemas de fornecimento de energia, alguém sugeriu a substituição das lâmpadas incandescentes por aquelas fluorescentes em espiral, e muita gente transformou ambientes de luz agradável em espaços mórbidos e fantasmagóricos . Ainda bem que as lâmpadas na maioria eram de péssima qualidade, e foram acabando...


Mas não vamos nos desesperar . As boas e velhas lâmpadas incandescentes continuam por aí , para dar uma atmosfera gostosa para nossas casas .Bons e tradicionais restaurantes com o La Casserole ( mapa ) nunca deixaram de usá-las , basta passar em frente ou comer um bom prato lá para conferir . Arquitetos como o genial Isay Weinfeld valorizam seus projetos com elas , como no Forneria San Paolo ( mapa ) , onde Isay usou lindas e grandes lâmpadas incandescentes do passsado .











As imagens acimas são de antigas lâmpadas incandescentes do início do século passado . Elas tem algo de mágico , alquímico , como se preservassem um fogo sagrado dentro de uma redoma .Emitem uma luz quente , amarelada , gostosa , aconchegante , nada daquela luz irreal das fluorescentes , cheias de radiações e gases misteriosos .

No Estudio Manus , temos luminárias que usam réplicas de lâmpadas americanas de 1910 , com bulbo de vidro artesanal e bonitos filamentos de carbono internos .








Abaixo, luminária pendente com fio de tecido desenvolvida especialmente para a joalheria Central de Designers ( mapa ). Para ver mais imagens do espaço , mobiliário , expositores e iluminação desse nosso projeto , clique aqui .



Um comentário :

Luiz Gustavo disse...

Realmente as luzes fluorescentes dão uma aparência horrível a qualquer ambiente, combinadas então com paredes de cor branco-gelo deixam o ambiente esverdeado, mais repulsivo ainda.

Vale lembrar que as lâmpadas espirais de marcas, como Philips, GE e Osram são as melhores, pois essas empresas tem patentes de pintura das lâmpadas qeu funcionam como filtros para reduzir ao mínimo a distorção de cores provocadas pela luz fluorescente, quem opta por lâmpadas genéricas chinesas para escapar do preço, acaba perdendo a longo prazo, já que essas lâmpadas mais baratas iluminam menos, distorcem as cores e ainda duram o mesmo que uma lâmpada normal.

Parece que ano que vem será lançada uma nova lâmpada da Philips que gasta como uma fluorescente compacta espiral, mas possui luz puntual brilhante, como uma lâmpada comum, o que vai unir a luz agradável e aconchegante das incandescentes com o consumo reduzido.

Mas que as velhas incandescentes possuem uma beleza no brilho, desenhos e nas luminárias quando acesas, isso é indiscutível!

ESTUDIO MANUS on Facebook

ENDEREÇO ESTUDIO MANUS, CLIQUE ABAIXO PARA SABER COMO CHEGAR